Weby shortcut
Facebook Grafica

COMO PUBLICAR NO CEGRAF/ UFG?

Atualizado em 29/08/17 15:04.

A. No CEGRAF/ UFG possui, na atualidade, três selos/ chancelas editoriais: o selo “Gráfica UFG” – aplicado a obras que não são submetidas a nenhum tipo de avaliação de conteúdos pelo CEGRAF/ UFG, o selo “Editora UFG” – aplicado a obras que são submetidas a uma rigorosa avaliação, seguindo as diretrizes da CAPES para o QUALIS livros, e o selo “Editora da Imprensa Universitária”, aplicado aos produtos de pesquisa ou de extensão e/ou cultura de projetos da UFG cujos autores/as solicitam avaliação e amparo editorial, mas não no grau de rigor com que é feito para as obras que requerem o selo “Editora UFG” .

B. No CEGRAF/ UFG não são avaliadas as obras que são publicadas sob a chancela “Gráfica UFG”. Essas obras são impressas, sem avaliação de conteúdos, no CEGRAF/ UFG, podendo também ser revisadas e editoradas se assim o solicitar o autor/ organizador.

C. No CEGRAF/ UFG, é o Conselho Editorial da Editora UFG a entidade que avalia os trabalhos apresentados por autores/ organizadores que desejam que as suas obras recebam a chancela “Editora UFG”. Todos os textos recebidos passam por cinco avaliações. A primeira é a avaliação prévia de formato por parte da Secretaria do Conselho Editorial. Se essa avaliação for favorável, o trabalho será encaminhado ao Conselho Editorial que, em reunião, o entregará a um conselheiro para que atue como relator (segunda avaliação). Em posterior reunião do Conselho Editorial, avaliar-se-á o parecer do conselheiro relator (terceira avaliação). Se o texto for aceito, definem-se dois pareceristas externos, que julgarão o mérito da obra (quarta avaliação). Todos os pareceristas têm um prazo que varia entre 30 e 60 dias para entregar a sua avaliação do original, dependendo da quantidade de páginas da obra. Ao receber os pareceres externos, a Secretaria do Conselho Editorial os inclui na pauta da próxima reunião, quando serão avaliados pelos conselheiros (quinta avaliação). Caso o livro for aprovado pelo Conselho Editorial na quinta avaliação, o autor ou organizador será convocado para assinar o correspondente contrato de publicação. A avaliação é um procedimento muito rigoroso e que demora, de média, cinco meses. Depois de aprovado o trabalho, toda a produção do livro fica sob a responsabilidade do Conselho Deliberativo CEGRAF/ UFG, incluindo a revisão, o design gráfico (projeto gráfico, diagramação e criação da capa), a impressão, o acabamento e a comercialização. (Estas informações podem ser conferidas em:<https://www.cegraf.ufg.br/p/7400-como-publicar-na-editora-ufg>). Todos os conselheiros do Conselho Editorial da Editora UFG são docentes desta universidade, e representam as diversas áreas de conhecimento. A Editora UFG é a única chancela que permite a submissão de trabalhos a pessoas sem vínculo com a UFG.

D. No CEGRAF/ UFG, é o Conselho Editorial da Editora da Imprensa Universitária a entidade que avalia os trabalhos apresentados por autores/ organizadores que desejam que as suas obras recebam a chancela Editora da *iU. A política editorial dessa chancela está disponível em: <https://www.cegraf.ufg.br/up/688/o/PE_IU.pdf>. A “Editora da Imprensa Universitária” foi (re)criada para responder a uma demanda que havia na Comunidade Universitária da UFG: a publicação sob uma chancela editorial respaldada por um conselho editorial que não atendesse às indicações da CAPES de forma absoluta para o Qualis Livros, provendo maior celeridade ao processo de publicação, sem abrir mão da avaliação das solicitações por um conselho editorial. Há autores/ organizadores que têm urgência para a publicação dos seus trabalhos; trata-se de autores/ organizadores que não podem aguardar o período que demora o processo de avaliação das suas obras se submetidas à “Editora UFG” e que não precisam que os seus trabalhos respondam estritamente aos critérios da CAPES. O Conselho Editorial da Editora da Imprensa Universitária e formada docentes desta universidade, por um representante dos servidores TAE e por decentes de outras universidades, que representam as diversas áreas de conhecimento.

E. Qualquer membro da Comunidade Universitária da UFG pode encaminhar ao CEGRAF/ UFG as suas solicitações de publicação de produtos de pesquisa, de trabalhos de conclusão de projetos de extensão e/ ou cultura, de trabalhos de divulgação científica ou de produtos de criação literária. A escolha do selo depende do solicitante. Essa escolha depende da decisão do solicitante de se submeter às normas inerentes ao selo escolhido.

1. Todos os livros publicados sob a chancela “Gráfica UFG” são, obviamente, financiados. Há unidades/ cursos, programas de pós-graduação e órgãos da UFG que destinam a publicações montantes da sua verba no seu centro de custo na Pró-Reitoria de Administração de Finanças da UFG (PROAD/ UFG). Essa verba pode proceder de recursos da UFG, de recursos da CAPES, de recursos do CNPq ou de alguma outra agência/ entidade de apoio/ fomento à pesquisa ou à extensão. Neste caso, o procedimento é o seguinte. O autor/ organizador da obra solicita-nos um orçamento para a publicação X. A Divisão de Orçamento confecciona o correspondente orçamento que deverá ser aprovado por duas autoridades: o responsável pela verba (o diretor da unidade/ órgão/ programa de pós-graduação ou a pessoa que recebeu a subvenção) e pela PROAD/ UFG. Se esse orçamento for aprovado, desenvolve-se a publicação no CEGRAF/ UFG, que pode incluir revisão, editoração e impressão ou só um ou dos desses três serviços (as publicações eletrônicas só têm revisão e editoração ou só editoração). A PROAD/ UFG, quando aprova esses orçamentos, destina os correspondentes recursos à aquisição, via licitação/ pregão, de insumos gráficos (sobretudo papel, chapa e tinta). Também é possível, e acontece, que o solicitante, tendo recursos na FUNAPE, no centro de custo de um projeto seu de pesquisa ou de extensão e cultura, decida dedicar parte desses recursos à publicação do(s) produto(s) desse projeto. Nesse caso, é enviado o texto ao CEGRAF/ UFG, na Divisão de Orçamento elabora-se o orçamento e, se aprovado pelo autor/ organizador, ele faz a transferência do valor do centro de curso do projeto ao centro de custo do CEGRAF/ UFG. Após isso, o CEGRAF/ UFG solicita à FUNAPE, se necessário, a aquisição dos correspondentes insumos gráficos. Há uma terceira possibilidade, pouco frequente: as parcerias. Trata-se de acordos de publicação entre entidades da UFG e entidades de interesse público. Um exemplo recente (2016) foi a publicação dos dois volumes da obra Arquivos revelados: a ditadura militar em Goiás; nesse caso, uma parte – a maior – dos custos de produção foi assumida pela Reitoria, via PROAD/ UFG, e outra parte foi assumida pela Associação dos Anistiados do Estado de Goiás (ANIGO) via FUNAPE. No caso das publicações sob a chancela “Gráfica UFG” todas as tiragens são entregues completamente ao(s) solicitantes(s), devido a eles serem os responsáveis pelo custeio das publicações. Isto é, toda a tiragem do livro/ caderno produzido sob essa chancela é entregue ao seu autor/ organizador. No entanto, o autor/ organizador pode deixar em consignação, para a sua comercialização na Rede de Livrarias UFG, os exemplares que decidir da sua obra.
Com a FUNAPE, o CEGRAF/ UFG mantém o Termo de Ajuste intitulado “Políticas e Projetos Editoriais” (Anexo 06); é o meio pelo qual este órgão suplementar recebe o pagamento dos orçamentos confeccionados para a publicação de produtos gerados por projetos de pesquisa, projetos de extensão e cultura ou de grupos constituídos para a geração e circulação de ideias ou notícias. Esses produtos têm diversos financiamentos (FAPEG, apoios, recursos próprios). A confecção desses produtos faz parte também das práticas de formação dos alunos que estagiam neste órgão, os quais, assim, na prática, podem observar os processos de design e de confecção gráfica.

2. Todos os livros da “Editora UFG” são financiados/ pagos/ custeados pela UFG. Se a obra for aprovada pelo Conselho Editorial da Editora UFG, faz-se o correspondente orçamento e é assinado um contrato de publicação. Esse contrato é verificado pela Procuradoria Jurídica e é assinado pelo Reitor ou pelo Vice-Reitor da UFG, pelo Autor, pelo Diretor do CEGRAF/ UFG e pelo Secretário do Conselho Editorial da Editora UFG. Repare-se em que, neste selo, o autor/ organizador não tem que financiar/ custear a confecção do livro mediante recursos de agência de apoio/ fomento, ou recursos próprios gerados por algum projeto de pesquisa ou extensão/ cultura, ou com verba de uma unidade/ órgão ou de um programa de pós-graduação, na PROAD/ UFG ou na FUNAPE. Neste selo, a UFG assume totalmente os custos de produção da obra. Por isso, só 20% da tiragem (a tiragem é sempre de 300 exemplares) é entregue ao autor/ organizador; desses 20%, 10% da tiragem são entregues em conceito de direitos de autor e 10% da tiragem são entregues para a distribuição gratuita para a divulgação/ difusão da obra (por isso levam o carimbo “distribuição gratuita”). Os outros 80% ficam para doações e para a sua comercialização na “Rede de Livrarias UFG” a preços módicos, fixados pelo Conselho Editorial, visando a permitir o acesso do público em geral a esses títulos. Nesse sentido, os recursos que gera a comercialização de livros destinam-se à compra de peças inerentes à reparação do maquinário deste órgão, aos gastos das cerimônias de lançamentos de livros e à aquisição de materiais para os labores de estágio.
Com a FUNAPE, o CEGRAF/ UFG mantém um Termo de Ajuste intitulado “Sistema Byblos” (Anexo 07), que permite o funcionamento da “Rede de Livrarias UFG” – duas livrarias físicas, uma livraria virtual e uma banca móvel – destinada a (a) servir à comunidade da UFG disponibilizando os títulos das bibliografias dos cursos de graduação, de pós-graduação e de extensão e cultura da Universidade que geram as editoras do CEGRAF/ UFG e o mercado editorial; (b) lançar e divulgar a produção de livros do órgão suplementar (Gráfica UFG, Editora UFG e Editora da Imprensa Universitária); (c) atender às demandas de divulgação de livros em eventos da Universidade (congressos, seminários, simpósios etc.); e (d) distribuir nas bibliotecas públicas livros das editoras do CEGRAF/ UFG. O Termo de Ajuste é consequência de um projeto de extensão e cultura registrado por este órgão suplementar.

3. Os procedimentos para publicar pelo selo “Editora da Imprensa Universitária” são os mesmos da “Gráfica UFG”, tirando, obviamente, um traço distintivo: para publicar sob o selo “Editora da Imprensa Universitária” o conteúdo da obra deve ser submetido ao conselho editorial dessa editora. Esse conselho só avalia internamente, via relatores, a submissão, não remetendo a obra submetida a pareceristas externos. As avaliações do conselho editorial da “Editora da Imprensa Universitária” demoram, de média, um mês. Se a obra for aprovada, poderá ser publicada com o respaldo do conselho editorial. Os outros procedimentos, como assinalado, são os mesmos da “Gráfica UFG”.

Listar Todas Voltar